Construção de pequenos edifícios em regiões centrais, uso de terrenos públicos hoje abandonados, mais infraestrutura e menos deslocamentos